O espelho

Olho para o espelho
Vejo quem sempre vi,
Mas nem sempre conheci:
Criança assustada, medrosa,
Da vida e do amor gulosa,
Jamais senhora de si.
Acertando com próprios erros
Em solidão com esmero
A espera de um porvir
Mais feliz, quem sabe a sorte
Traga antes da morte
O que da vida somente quis.

Olho para o espelho
Vejo quem nunca vi,
Mas sempre esteve ali.
Plantado em mim estava
O sonho que sempre sonhava
E que jamais esqueci.
Ao Seu lado eu dormia
Dos males me esquecia
Ele velava por mim.
Eu sei que além da sorte
Mesmo depois da morte
Amando o Amor serei feliz.

7 comentários em “O espelho

  1. Boa noite de paz interior, querida amiga Meri!
    Uma poesia autorretrato de muita exuberância e fé em Deus, como apercio ler e fazer também.
    O espelho nos revela o que sonhamos ser, o que somos e o que podemos ser… uma maravilha de percepção poética.
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de de paz e bem

    Curtido por 1 pessoa

    1. “Meri-vilhosa” essa foi boa rs…
      1 N O W 1, que honra a minha por compartilhar meu poema criado sem nenhuma pretensão. Que bom que gostou! Espero vê-lo mais vezes por aqui. Fique à vontade.
      Tenha um abençoado dia 💋

      Curtir

      1. Gosto de brincar com as palavras e nomes… hehe!
        O meu nome é Adriano. 🙂
        Espontaneamente, sem pretensão, é mais comum tocar os corações.
        Fico feliz que gostou também… esta troca é sempre uma honra.

        Gratidão. GratiDOM!
        Um dia cheio de graça. 🦋

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s